Fechamento de instituto ameaça empregos e atendimento médico em Porto Alegre

Criado há oito anos para gerenciar serviços ligados ao SUS, o Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família será extinto, já que o Supremo Tribunal Federal considerou o modelo de gestão ilegal. Serão demitidas 1.840 pessoas e mais de 80 mil estão com o atendimento médico ameaçado.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.

#JornaldaRecord #Jornalismo #PortoAlegre

Leave a Reply

Your email address will not be published.