Após ataque com drones, preço do barril de petróleo tem maior alta desde a Guerra do Golfo

A disparada aconteceu depois que a maior região de produção de petróleo do mundo, na Arábia Saudita, foi atacada por drones. Rebeldes do Iêmen, que são apoiados pelo Irã no conflito no país, assumiram os ataques. O governo americano e a Arábia Saudita, porém, acusam o Irã como responsável. O preço do barril de petróleo chegou a ficar 20% mais caro do que a média registrada em agosto. Foi a maior alta registrada desde a Guerra do Golfo, em 1991.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.

#JornaldaRecord #Jornalismo #Petróleo

Leave a Reply

Your email address will not be published.